22 Dicas de pintura em tela para artistas iniciantes


Olá Pessoal! Abaixo segue uma série de “Perguntas e Respostas”, especialmente para quem é pintor(a)de primeira viajem e que deseja se profissionalizar nessa área artística, mas não sabe como começar, aqui eu espero compartilhar com todos vocês um pouco da minha vida como artista plástico e professor profissionalizante de Pintura em Tela. Boa Leitura!

1- Eu estou iniciando o meu curso de Pintura em Tela, mas o(a) professor(a) só ensina paisagem na aula, devo mudar de ateliê?
Eu já fui crucificado várias vezes por isso, rsrsrs…  Olha, é na paisagem que aprendemos a maioria dos movimentos de outras classes artísticas, as vezes no mesmo movimento que aprendemos pra fazer uma cachoeira de uma paisagem, a gente utiliza numa maçã de uma natureza morta… As rodadinhas (bambolê) que utilizamos muito para construirmos nuvens, podem utilizar também em diversas flores e até mesmo em retratos!
Eu usava e abusava com meus alunos do “Método Biônico”, desenvolvido por uma diva das artes paranaense, chamada Bia Moreira, na qual onde eu aprendi a dar os meus primeiros passos, já ouvi muitos professores criticarem porque acham essa técnica muito “Pintura em Tecido” ou que prende ao aluno num estilo regular, pois discordo totalmente, foi com esse método que consegui desenvolver minha criatividade e já vi muita gente desenvolver através dessa técnica também! A pintura tem que ser simples, o seu único segredo que não me canso de dizer é “paciência” mais uma “pitada de força de vontade”! Talvez o(a) seu(sua) professor(a) esteja usando essa técnica, converse mais com ele(a) sobre esse  assunto, ok?!
2- Que tipo de verniz utiliza na tela em acrílico?
No mercado existem dois tipos de vernizes comuns: o Acrílico e o Geral. O Acrílico deixa um brilho leve, suave, ao contrário do Geral que é mais forte! O Acrílico pode ser dissolvido com um pouco de água, já o Geral, aconselho usar ele puro. Com 72 horas ele já está seco, dependendo da sua região. Pegar Sol e Chuva na tela é um veneno que deve ser evitado sempre!
3- Pode se misturar tinta acrílica com tinta a óleo?
Não. Porque isso seria a mesma coisa que você tentar misturar água com óleo.
4- Qual é o tamanho ideal para começar a pintar em Tela?
De 80X60 á 90X70. Porém essa é uma opinião pessoal, não é regra! Eu usava essa numeração com os alunos porque é um tamanho de médio para grande, dar para treinar muito os movimentos com o braço, não procure tamanho escandalosos que pode lhe frustrar na primeira tela, já os tamanhos pequenos demais como 30X30, 30X25, 20X20, pode até dificultar no desenvolvimento de alguns movimentos. Com uma tela de tamanho médio, você poderá viajar melhor na sua pintura, sem falar que o resultado final é muito satisfatório.
5- Pode colocar vidro na tela quando a gente vai emoldurar?
Não, porque o verniz já serve pra proteger de muitas coisas, além de brega, o vidro pode dar até um aspecto de que você comprou a tela numa loja de importados, srsrsr… Existem casos e casos, por exemplo, se for uma pintura em papel, tudo bem, nesse caso, um vidro é bom!
6-Tenho uma filha de 5 anos, que dar algumas pinceladas nas tela . Em que posso ajudá-la a desenvolver na pintura?
Tem um artigo nesse site sobre Pinturas para Crianças. Deixe ela a vontade, no dia que não quiser pintar tudo bem, mas antes de passar pra a tela, faça alguma pinturas simples em cartolina e peça para que ela possa acompanhar,tipo passo-a-passo, treine alguns movimentos (vai-e-vem,bambolê, ventania… adoro a Bia Moreira,rsrsr…) ou você pode dar outros nomes a esses movimentos, sempre elogie a pintura da criança, isso é importante! Peça pra os seus amigos e familiares também elogiar!!! Só comece na tela quando ela estiver mais segura, iniciar com paisagens simples, algumas flores como tulipas e copos de leites, também são perfeitas!
7-Como perder a insegurança para pintar?
Bom, não só aqui, mas também por e-mail vejo com muita freqüência o pessoal me perguntar isso: “como fazer para perder a insegurança na hora de pintar?!” Isso tudo depende apenas de você, se estás começando a pintar agora, e seguindo o estilo copista, ou seja, pintando por outra figura ou revista, é super importante que você procure saber com o seu professor se a tal figura está no seu nível de dificuldade.
Se você for autodidata e está começando agora em casa, a dica é que observe bem e tente, numa folha de papel ou numa cartolina, estudar alguns movimentos que foram surgidos, por exemplo, se você for pintar uma vegetação, tente reproduzir o movimento das batidinhas nessa folha antes de passar pra tela, isso vai aliviar muito a sua tensão. Outra dica para quem tem professor e quer perder o medo, pinte sozinho em casa, reproduza o que foi passadas em sala, várias vezes em casa, isso vai lhe tornando uma fera no domínio das técnicas.
8- Qual é o estilo de flores mais fácil para pintar?
Para os iniciantes, a minha sugestão é: Antúrios, Copos de leite e Tulipas. As hortênsias podem parecer fácil para quem nunca pintou, mais exige um pouco de técnica sim, elas iludem bastante. A “Rosa” é um bicho de sete cabeças sim, não vou mentir para vocês, principalmente aquelas que são bem detalhadas com muitas pétalas, estilo Douglas Frasquetti, para quem nunca pintou é um pouco arriscado. Não indico também as orquídeas.
9-Quero fazer uma exposição, qual é o melhor local?
Cada artista tem seu estilo de receitar uma exposição, mas em algumas situações todos concordam: Escolha um espaço bem movimentado, estilo, shoppings, bancos, fóruns, universidades, órgãos públicos, etc., digo assim, se por acaso na sua cidade não tiver uma galeria específica. Exponha no mínimo 10 telas, tamanhos parecido (nada de colocar uma 15X15cm, perto de uma de 1,00 X 2,00m), especifique em cartões(plaquetas) as informações sobre a tela, tipo, título, diâmetro, técnica utilizada, preços etc., para obter um bom sucesso na exposição divulgue ao máximo!!! Não se preocupe em gastar muito com coquetéis e específicos, encher a pança de barão nem sempre traz bons frutos!!!
10 – Numa exposição é falta de ética colocar uma placa avisando: “Por favor não tocar nas telas”?
Olha, isso vai depender do local onde você está expondo. Se for numa galeria apropriada, creio que a maioria das pessoas que visitarão a sua exposição, já seja do meio artístico ou acostumado a freqüentar esse tipo de evento, creio que elas não pagarão esse mico, hehehehe… (apesar de que sempre tem um que dar mancada). Em lugares movimentados como shoppings e bancos, seria interessante sim, porque infelizmente, pelo menos aqui no Brasil, muitas pessoas não foram educadas e se comportarem nesses locais. Lembrei de uma vez que uma mulher chegou numa tela minha, de umas flores, ela além de tocar na obra, ainda cheirou para saber se elas emitiam alguma essência floral, rsrsrs… Tem gente pra tudo!!!
11- Como fazer o movimento bambolê na pintura?
Para quem está se perguntando que “movimento é esse?”, assim é chamado porque ele fica fazendo giros com o pincel, muito usado para fazer fundos de natureza-morta, céus, montanhas, frutas, flores, até mesmo figuras humanas, pelo o que eu sei assim foi denominado pela a artista plástica paranaense Bia Moreira, uma mulher super talentosa que considerei um dos meus espelhos artísticos no começo da minha carreira. Esse movimento exige muita precisão e leveza na mão, de preferência procure fazer com um pincel redondo, até mesmo uma brocha, dará um efeito muito bom, uma coisa que acontece comigo pra dar um efeito bem esfumaçado, eu coloco um pouco de força na mão nas primeiras giradas, depois disso vou afastando o pincel no mesmo local, isso me ajuda muito na mistura de cores.
12- Dar para aprender alguma coisa assistindo esses DVDs que vendem na internet e em banca de revistas?
Olha, eu não posso responder por todos, mas o meu melhor aprendizado que tive na vida, além da prática (é praxe), foi observando muitos artistas a pintarem. Nesses DVDs, eu adquiri muita experiência pedagógica, especialmente teórica, como professor de pintura em tela profissionalizante, digo que o ruim deles é  porque não temos o artista 24hs a nossa disposição, para tirar dúvidas como um professor em aula presencial, mas sempre procure ver imagens o ler o conteúdo antes de comprar o DVD, pra ver se a didática que o artista está passando supre as suas necessidades, ok?!
13- O verdadeiro artista á aquele que cria?
É lógico que sim, rsrsrs… Embora eu também considero muito a técnica que ele usa, eu sou muito abusado e um pouco ante acadêmico nesse aspecto, digo isso por mim, amo estudar, aprender e criar novas técnicas, nem que eu tenha que copiar um passo-a-passo de um artista de revista, depois que eu adquiro segurança com ela eu automaticamente vou para o segundo estágio, que é de criar algo com essa tal técnica que aprendi! Sinceramente não gosto de ver seboseira, sou contra qualquer pessoa que joga um tubo de tinta numa tela e já se diz um artista, é igual o macaco que passava na novela (apesar de que eu gostava muito das telas dele, srsrsr), para mim a pintura tem que ser clara e objetiva pra quem está vendo, mesmo que seja abstrata, vanguardista e pós-moderna, ela precisa ter alma.
14- Eu gostaria de fazer um auto-retrato, mais ainda eu não muita segurança, o que fazer?
Estude anatomia. A base de uma pintura clássica e realista perfeita, está sempre na construção de um ótimo desenho, depois disso o próximo passo é dominar a mistura de cores e a separação de luz e sombra, pratique muito que o tempo lhe trará bons resultados.
15- Eu não tenho professor, eu sou autodidata, eu queria saber como posso ter segurança na pintura?
Essa é bem parecida com o tópico acima, relaxe e pratique que o tempo lhe trará bons resultados, leia mais sobre pintura, veja vídeos, visite galerias e vernissages, converse mais com quem entenda do assunto.
16-Qualquer pessoa pode pintar?
Bom, desde que ela tenha muita força de vontade ou que não tenha algum problema que impossibilite de utilizar os materiais, sim!!! Não existe idade certa pra começar a pintar, é claro que as crianças têm mais facilidade de aprender qualquer arte por estar em desenvolvimento, mas a pintura não escolhe idade, raça e nem sexo, basta apenas ter paciência e como citei antes “muita força de vontade” mesmo! Já vi milagres acontecer nos meus cursos, inclusive me considero “um” também!
17-Depois que eu entrar em algum curso de Pintura, em quanto tempo estarei pintando bem, em tela?
Olha… Isso é algo relativo, onde só você mesmo irá descobrir, por favor, nada de ficar tirando o juízo do professor, porque você ainda não conseguiu pintar do jeito que você quer ou de chegar em casa chateado porque o seu colega de turma já está pintando a árvore “melhor” do que você, não é bem assim que a coisa funciona, quantidade de telas produzida num curso não indica qualidade,  se bem que cada um tem o seu caminho artístico que irá descobrindo-se com a prática, que pode vir logo ou demorar anos, o importante é você praticar e praticar!!! É claro que, as pessoas quem tem um certo conhecimento em desenho artístico irá se sobressair bem melhor do que aqueles que nunca fizeram o “zé bolinha” na vida, mas isso também não é absoluto, já vi muita gente fera no desenho se estressar com os pincéis e também muita gente que nunca pegou no lápis, dar um show na pintura!!!
18-Existe algum segredo pra Pintar bem?
Já foi dito lá em cima: Paciência com Força de vontade (99%) + Técnica (1%)=  SUCESSO (isso não só na pintura, mas em qualquer profissão!)
19-Como escolher um curso de Pintura certo?
Isso aí vai depender de que objetivo você pretende alcançar… Existem cursos hoje para tudo, só para se especializar em flores, paisagens, natureza morta, retrato, abstrato etc., ou nos estilos mais acadêmicos e vanguardistas, se você nunca pintou, comece sempre pelo o “curso inicial”, de preferência, algum curso que tenha no mínimo 2h (duas horas) de duração por dia, pratique em casa, e nunca deixe o seu professor fazer mais do que você na sua tela, isso irá lhe frustrar futuramente, sem falar que lhe atrasará bastante em conhecimentos, você poderá deixar de aprender técnicas maravilhosas, o professor está ali apenas para orientá-lo e não para pintar por você!
20-Como escolher um bom professor de pintura?
Esse é o mais complicado de responder, porque cada um tem uma técnica diferente, um estilo, metodologia prática e teórica, mas se puder conheça antes os trabalhos do artista, e o principal: NUNCA deixe o professor pintar mais do que você em sua tela, lembre-se: a tela é sua! Juro que sem a minha professora eu não tinha chegado 50% da minha formação, ela me deu muito valor moral, nas aulas eu fazia de tudo para me destacar, isso foi conquistando ela e formamos um laço de amizade incrível! Nunca diga a seu professor que está ali só pra fazer uma tela pra sua “sala” ou “cozinha”, é mesmo que dá um tiro ou uma facada nele! Procure agradar sempre o seu professor, pois trabalhar com pintura é trabalhar com sentimentos e, nem todo dia é dia de sol para ele e você, aprenda a amar o seu colega de classe, saiba dividir o seu material com quem precisa e for responsável, elogie os trabalhos dos seus colegas, interaja sempre com a turma, faça da sua turma a melhor do curso!
21- Eu gostaria de começar a pintar mais não tenho professor para me orientar, posso arriscar sozinho?
Claro que pode sim!!! Alguns acadêmicos aconselham iniciar a pintar sozinho, eles dizem que é assim que se faz um artista completo, mas eu discordo em parte, um professor ajuda e muito a lhe esclarecer muitos fantasmas que estão presos em sua cabeça, sem falar que são eles que passam uma segurança para a gente quando estamos pensando em desistir de pintar, procure pintar sozinho em ultimo caso, se estiver entrando num curso de pintura, não hesite em aprender os princípios básicos da pintura, aliás, na construção de uma casa não começamos pelo o teto, concordam?!
22- Qual é a melhor maneira de fabricar uma tela? É mais barato do que comprar pronta?
Isso depende da sua região, na minha, por exemplo, um chassi pronto em uma loja de artesanato ou numa papelaria sai até 10 vezes mais caro do que fabricar artesanalmente em casa. Eu geralmente compro a um marceneiro o chassi, e estico o “algodãozinho Bahia”(ou médio), com um grampeador profissional (aqueles de grampear sofá, os Rocamas) com grampos de referência 106/6. Depois passo duas demãos de tinta acrílica ou látex na tela, uma na vertical e outra na horizontal e fica durinho pra pintar o que eu quero. Mas observem, os chassis tem que ter uma ladeirinha no lado que você vai pintar o tecido, se não, isso poderá marcar a sua pintura.
- See more at: http://jrmisaki.com/?p=244#sthash.dqn9Zj6s.dpuf

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 

  ©Arcas de Arte - Todos os direitos reservados.

Template Arcas de Arte | Política de Privacidade | Topo